28 medidas urgentes para a dinamização das micro, pequenas e médias empresas

Os presentes no colóquio no periodo do debate

Os presentes no colóquio no periodo do debate

O Grupo Parlamentar do BE realizou ontem, dia 9 de Fevereiro,  um Colóquio no Hotel Flórida, em Lisboa, onde apresentou um Projecto de Programa de politicas publicas para a dinamização das micro, pequenas e médias empresas.

O documento em apreciação  desenvolve-se em quatro questões essenciais. A saber
1. Dinamização do crédito, com 5 propostas concretas, destacando-se a de utilização do dinheiro existente no fundos de recapitalização dos bancos para

A mesa do Colóquio

A mesa do Colóquio

financiar as MPME, que actualmente ascende a 6,4 mil milhões de euros;

2. Diminuição dos custos energéticos, também com 5 propostas concretas, destacando-se a de impedir os aumentos trimestrais tarifários no mercado regulado, tal como o governo definiu para obrigar os consumidores a transitarem para o mercado liberalizado, mais caro;

3. Aumento da sustentabilidade,

Momento de troca de impressões,  na chegada ao Hotel Flórida

Momento de troca de impressões, na chegada ao Hotel Flórida

com 12 propostas, destacando duas delas: aplicação do regime de IVA de caixa, para retirar pressão sobre as contas das MPME, que só devem pagar o IVA quando o receberem efectivamente e a da reposição da taxa de IVA para a restauração, reduzindo-a de 23 para os 13%;

4. Reforço do mercado interno e o aumento dos rendimentos dos cidadãos., com 6 propostas concretas, destacando o aumento imediato do salário mínimo para 515 euros e a actualização para 545 euros a partir do dia 1 de Julho, como medida de fomento do mercado interno e de justiça económica e social.

Um vasto conjunto de intervenções por parte dos convidados presentes, animaram  o debate durante mais de 3 horas, que foi lançado no inicio da sessão pela deputada Ana Drago, tendo feito a  apresentação do referido documento, seguindo-se as de Jão Pedro Soares, Presidente da Confederação da MPME )CPPME) e a de Paulo Leones, em representação do MNER (Movimento Nacional Empresarial da Restauração).

Destaque também para as presenças de representantes do IAPMEI e da AHRESP, que também usaram da palavra durante o debate, que foi encerrado pelo coordenador do BE, João Semedo, que entre várias questões reafirmou a disponibilidade do BE em convergir para a formação de um governo de esquerda que se apresente aos portugueses como alternativa á direita, com base num programa claro de mudanças de politicas e novos rumos para Portugal.

Leia aqui todo o documento: 28 medidas urgentes

Advertisements

Sobre blocoalcantara

BE Alcântara
Esta entrada foi publicada em Sem categorias. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s